Ruí­dos no carro: Saiba identificar o problema

Publicado em 15/01/2016 18:22h

Escutar um barulho no carro não é algo raro, e ele pode vir de várias partes: banco traseiro, objetos soltos no porta-luvas e porta-malas e até mesmo de um simples parafuso solto. Para não preocupar motoristas de primeira viagem, selecionamos algumas dicas para ajudar você a identificar os ruídos e, assim, auxiliar seu mecânico na hora da checagem.

 

Para Waldir Cardoso, técnico em mecânica de uma empresa de São Paulo especializada em eliminar ruídos dos veículos, o primeiro passo é perceber se o barulho vem da parte traseira ou dianteira do veículo. Ele também orienta que o motorista identifique se o barulho acontece em subidas, buracos, quebra-molas, em baixa ou alta velocidade ou quando o volante é girado para direita ou esquerda. Confira algumas dicas para entender o que o seu carro está “falando”.

 

TRASEIRA: se o barulho vem da parte de trás do carro a tarefa do seu mecânico será menos complicada, pois é o local que possui menos peças. Na suspensão traseira, os ruídos costumam vir do escapamento solto ou buchas da suspensão.

 

DIANTEIRA: Os ruídos que se originam do motor, geralmente, são contínuos. Eles são provocados por algum tipo de desgaste de algumas peças ou desajustes em correias, esticadores, roladores ou polias. Pode-se dizer que o ruído vem do motor quando se vira a chave da ignição e dá-se a partida.

 

SUSPENSÃO: Os ruídos produzidos pela suspensão ocorrem em determinadas situações e com o veículo em movimento. De uma forma geral, são barulhos constantes. Os principais causadores são amortecedores, batentes, bandejas, pivôs e buchas. Todos esses itens são responsáveis por reduzir os impactos e os ruídos do veículo.

 

FREIO: Caso você ouça algum barulho ao pisar no pedal de freio, procure um mecânico imediatamente. Pastilhas de discos de freio devem ser verificados a cada 10 mil quilômetros.

 

ITENS SOLTOS: Antes de levantar o carro para a revisão ou inspeção do mecânico, verifique o porta-malas, confira se o estepe e as ferramentas não estão soltos ou se a fivela de algum cinto de segurança não está batendo na lateral interna do carro. Aplicar um feltro nos encaixes do tampão é uma alternativa simples para eliminar o ruído.

 

VÁ COM CALMA: Freadas e arrancadas bruscas também contribuem para o surgimento de ruídos indesejáveis no carro. Atitudes agressivas na direção danificam os coxins, equipamentos que absorvem as vibrações do motor e câmbio.




Outras Dicas

5 dicas para limpar o interior do seu carro

Publicado em 05/07/2017 11:42h

10 tecnologias que veremos em carros no futuro

Publicado em 01/07/2017 10:04h

Seu carro fica exposto ao sol?

Publicado em 19/06/2017 16:18h